Publicado em Deixe um comentário

Queijo – A verdadeira história

Presumivelmente, se você se identificar como um amante de queijo, já deve de saber que o queijo é, provavelmente, o mais antigo alimento processado da história da humanidade. O queijo é fabricado através da coagulação do leite e o seu início remonta aos tempos antes de Cristo.

Uma das maravilhas do nosso país, é, de facto, a fabricação de queijo, que, em várias zonas do país, ainda é fabricado à mão. Existem diversas variedades de queijos que são produzidas por cá, desde cremosos a mais duros, os queijos de Portugal são considerados um segredo gastronómico Europeu.

A Utilização do Queijo

Em tempos passados, o conhecimento da arte de fazer queijo era comum por entre as mulheres de pastores, e era transmitida da mãe para a filha. Existiam diversos fatores que as mulheres consideravam durante o seu fabrico, como a duração do coalho e a temperatura das mãos, que tinham um grande impacto no sabor final do queijo.

Por terras Europeias, o queijo terá sido primeiramente adotado pelos gregos, que o faziam através do leite de cabra e do leite de ovelha. Inicialmente, os queijos eram somente produzidos pelos monges, nos seus mosteiros católicos. No entanto, a descoberta da pasteurização no século XIX veio desenvolver o consumo do queijo a um nível mais industrial, o que catapultou o queijo para um dos alimentos mais consumidos no mundo.

A Produção do Queijo

Tudo começou através do leite, que já era um alimento utilizado pelo Homem para consumo próprio. Nas caves, devido às altas temperaturas que derivavam do fogo, as pessoas começaram a se aperceber de que o leite coalhava muito rapidamente. Assim, quando o leite solidificava e se escorria o líquido excedente, restava o alimento agora conhecido como requeijão.

Para terminar, a descoberta da enzima, originalmente extraída do estômago dos cabritos, dá azos ao processo de acidificação através de uma cultura bacteriana, que irá então transformar o leite na coalhada e no soro.

Hoje em dia, o queijo pode ser produzido através do leite de diversos mamíferos, como vacas, cabras e ovelhas e estes podem vir em quase todos os feitios e de tipos diferentes. Existe ainda a adição de especiarias, o uso de processos como a defumação e até a alimentação do animal que fornece o leite poderá determinar o sabor e a consistência do queijo.

O Queijo e a Nutrição

Sendo o queijo um alimento tão popular, é normal que o mesmo tenha benefícios para a nossa saúde. De um modo geral, o queijo é fonte de uma grande quantidade de nutrientes, como proteína, cálcio e fósforo. Dado esses componentes, o queijo é considerado um agente contra epidemias, osteoporose, enfartes e até contra vários tipos de cancro.

Para pessoas vegetarianas, veganas ou alérgicas a algum dos complementos do queijo, existem várias alternativas aos métodos de fabricação dos mesmos, transformando o queijo com uma diferente composição, mas com o um sabor bastante semelhante ao original.

Queijos de Origem Protegida

Os melhores queijos são aqueles que são produzidos de uma forma tradicional, tendo sempre em vista a melhor qualidade e sabor possível do queijo. Esses são os chamados queijos com a denominação de origem protegida. Na seguinte lista, poderá saber quais os queijos nacionais que estão incluídos nessa mesma categoria.

  • O Queijo de Azeitão, de textura cremosa e com um sabor não muito forte;
  • O Queijo Serra da Estrela, extremamente cremoso e com um aroma forte;
  • O Queijo de Cabra Transmontano, que é duro e um pouco salgado;
  • O Queijo de Nisa, semiduro;
  • O Queijo do Rabaçal, com um sabor subtil e com uma textura semidura;
  • O Queijo de São Jorge, de textura um pouco suave e com um sabor picante;
  • O Requeijão Português, de textura macia e sabor subtil;
  • O Queijo de Serpa, de aroma forte e picante com textura mole;

e como não podia deixar de ser o jóia da coroa:

Queijo de Évora

Fazem ainda parte da lista queijos como: o Queijo da Beira Baixa; o Queijo de Castelo Branco; o Queijo do Pico; e o Queijo Terrincho. Todos estes queijos que se encontram presentes na lista são locais e completamente produzidos dentro das delimitações do seu próprio meio geográfico.

Portugal entre os Melhores

Não é novidade que os queijos portugueses têm um lugar especial no mundo. No entanto, no que diz respeito a queijos, os nacionais estão entre os melhores da categoria por todo o mundo. Já foram muitas as publicações gastronómicas que elogiaram diversos queijos de Portugal e os colocaram nas suas listas dos melhores queijos do mundo.

O queijo é um alimento muito enraizado na cultura portuguesa, que já é por si só extremamente orientada para a agricultura. Talvez o que faz com que os nossos queijos sejam tão saborosos seja toda história e cuidado implementados aquando a fabricação dos mesmos. Existem até diversos pratos e receitas que implementam o queijo de uma forma deliciosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *